igoospel

O "crime abominável"da pedofilia de padres

 Publicado em 21 de fevereiro 2010 Bento XVI qualificou como "um crime abominável" e "pecado grave" o abuso de crianças...

 Publicado em 21 de fevereiro 2010
Bento XVI qualificou como "um crime abominável" e "pecado grave" o abuso de crianças no seio da Igreja Católica na Irlanda, denunciando o falhanço das autoridades religiosas, durante anos, para pôr cobro a essa inqualificável situação.

Quem o afirma é o comunicado da Santa Sé, publicado depois da audiência que o Papa concedeu a 24 bispos irlandeses, nos dias 15 e 16 do mês corrente.

Já no passado dia 11 de Dezembro de 2009, tinham estado no Vaticano o presidente da Conferência Episcopal Irlandesa, cardeal Sean Baptist Brady, arcebispo de Armagh, e D. Diarmuid Martin, arcebispo de Dublin, para avaliar a situação da Igreja no país depois da publicação do relatório da Comissão Murphy, a respeito dos abusos cometidos por padres sobre menores indefesos.
Recorda-se que o relatório foi publicado no dia 26 de Novembro de 2009 por uma comissão de investigação independente, após três anos de investigações.

O Papa solicitou aos bispos irlandeses que tratem "com determinação" os problemas do passado, para resolver, "com honestidade e coragem, a presente crise" e "cuidar dos que foram abusados, encorajando uma renovação da fé em Cristo e o restabelecimento da credibilidade moral e espiritual da Igreja".

Assinalando que "o enfraquecimento da fé contribui de modo significativo para o fenómeno do abuso sexual de menores", Bento XVI pediu que, "aos candidatos ao ministério presbiteral ou à vida religiosa - assim como aos já ordenados ou professos -, se assegure uma sólida preparação humana, espiritual, académica e pastoral".

Foi examinada e deplorada "a incapacidade revelada ao longo de muitos anos pelas autoridades da Igreja da Irlanda para pôr efectivamente cobro aos casos envolvendo o abuso sexual de jovens da parte de padres e religiosos irlandeses". Foi também reconhecido que essa "grave crise provocou uma perda de confiança na liderança da Igreja e afectou gravemente o seu testemunho do Evangelho e o seu ensinamento moral".

Espera-se que o Papa escreva, ainda durante a presente Quaresma, uma carta aos católicos da Irlanda. Os irlandeses em geral e os católicos em particular estão chocados com essa trágica situação e esperam que, para lá da vergonha da Igreja e do seu pedido de perdão, se faça justiça no campo da responsabilidade civil.

A Irlanda e a Igreja não têm o exclusivo desses crimes, mas a Igreja tem toda a obrigação de os evitar.

Fonte: JN jornal de noticias

Relacionados

pedofilia 6745141798900501219

Postar um comentário

emo-but-icon

Curta!

Videos

Anderson Freire compõe canção em homenagem a profissionais da saúde

item