igoospel

Declarar imposto de renda nas primeiras semanas gera benefícios para contribuinte

O contribuinte tem até dia 30 de abril para declarar o Imposto de Renda, mas a orientação da Receita Federal é para a população começar o...

O contribuinte tem até dia 30 de abril para declarar o Imposto de Renda, mas a orientação da Receita Federal é para a população começar o mais rápido possível a preencher os documentos. Além de evitar uma futura dor de cabeça, o contribuinte também leva várias vantagens em prestar conta com o leão mais cedo.

Segundo dados da assessoria da Receita Federal, 15.200 umuaramenses precisam declarar este ano. Por isso é importante acelerar o processo para evitar possíveis obstáculos na hora de apresentar a declaração. Um dos benefícios para quem adianta o processo é que o contribuinte já constatará as pendências de documentos para completar o preenchimento da declaração e terá tempo hábil para realizar os ajustes.

Outra vantagem é a chance de conseguir a restituição já nos primeiros lotes. A restituição é realizada em sete lotes que começam a ser distribuídos de junho até dezembro. Ainda segundo a Receita Federal, para os contribuintes que pagam imposto declarar nas primeiras semanas favorece ajudar na organização das finanças pessoais.
Deixar para depois pode fazer o contribuinte perder o prazo e acabar tendo de pagar multa. O contribuinte que não entregar a declaração até 3 de abril está sujeito a pagar multa de 1% ao mês-calendário ou fração de atraso, calculada sobre o total do imposto devido ainda que integralmente pago, e o valor mínimo é de R$ 165,74.

No ano passado, 26.883.633 de contribuintes de todo Brasil enviaram a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física até o fim do prazo. O número ficou aquém do esperado pela Receita na ocasião, 27 milhões de formulários. Em 2013, 26,1 milhões de pessoas físicas entregaram o documento.

O prazo para enviar a declaração à Receita vai até 30 de abril. A multa por atraso de entrega é estipulada em 1% ao mês-calendário até 20%. O valor mínimo é R$ 165,74. Um passo a passo com cada etapa da entrega está disponível na página da Receita. Basta o usuário clicar em cada ponto para obter mais detalhes.

Documentos básicos para declaração:
• Declaração do ano anterior
• Todos os informes de rendimentos do ano-base 2014
• Informe de Rendimentos provenientes do Recebimento de Lucros e Dividendos
• Rendimentos de Autônomos (RPAs) – Informe de Rendimentos
• Informe anual das contas correntes bancárias, poupanças e aplicações Financeiras
• Notas de compra e venda e todas as operações efetuadas em 2014
• Recibos de despesas pagas com médicos, dentistas e outros em nome do contribuinte e seus dependentes ou alimentandos
• Extrato do plano de assistência médica
• Recibos de despesas pagas
• Todos os DARFs relativos a recolhimentos efetuados em 2014
• Comprovante de pensão alimentícia judicial paga ou recebida em 2014
• Cópia dos documentos de aquisição e venda de bens automotivos
• Comprovante de doação, patrocínio ou investimento em eventos culturais

Recibo de pagamento e cópias dos comprovantes de recolhimento da contribuição patronal do INSS do Empregado Doméstico

inf/ilustrado

Relacionados

news 3947048861442505218

Postar um comentário

emo-but-icon

Curta!

Videos

Davi Sacer - Venha o Teu Reino (Clipe Oficial)

item