igoospel

Mulher é alvo de racismo dentro de igreja e pede indenização

Em uma Igreja Evangélica na cidade de Fernandópolis na região noroeste do estado de SP, a evangélica que tem como profissão a jardinagem rec...

Em uma Igreja Evangélica na cidade de Fernandópolis na região noroeste do estado de SP, a evangélica que tem como profissão a jardinagem recebeu um trabalho do pastor e a maior dizimista da Igreja se indignou e disse: “se eu não tenho competência, porque essa macaca terá”.
Em face disto o Juizado Especial Cível de Fernandópolis analisa um pedido de indenização por injuria racial (artigo 140 do Código Penal) proposta pela jardineira sob a alegação de ter sido ofendida pela “irmã” de denominação, a qual se trata da maior dizimista da Igreja Evangélica que as duas são membras.

O Juizado Especial Cível de posse do pedido de indenização que soma o valor de 40 salários mínimos, segundo a inicial da ação proposta pela jardineira em face de uma colega de igreja, esta dando andamento aos procedimentos para julgar, sentenciar e encerrar o caso.

A discórdia da ação iniciou quando o pastor deu à jardineira a responsabilidade de pagar um show durante um culto na igreja. Indignada, a colega, segundo os autos uma das maiores dizimistas da igreja asseverou: “ se eu não tenho competência, porque essa macaca terá”. A ofensa teria sido verbalizada diante de testemunhas. Na fase policial, não houve retração e processo foi remetido ao Juizado. A analise será do juiz Maurício Ferreira Fontes. A jardineira não aceitou em dissuadir da decisão, depois de ser pressionada para não ingressar com a ação.

informações de odiario

Relacionados

racismo 6267347682917685015

Postar um comentário

emo-but-icon

Curta!

Videos

Davi Sacer - Venha o Teu Reino (Clipe Oficial)

item