igoospel

Personagens cristãos viram Bonecos para incentivar crianças a buscar o Evangelho

RJ-Empresa da Baixada começa a vender os bonecos Heróis da Fé, que representam personagens cristãos ...

RJ-Empresa da Baixada começa a vender os bonecos Heróis da Fé, que representam personagens cristãos como Jesus, Moisés e Noé. Brinquedos até recitam salmos bíblicos e incluem versões menores com contos do Livro Sagrado

Santa invasão, Batman! O reinado do Homem-Morcego, Ben 10 e outros super-heróis que fazem a cabeça da garotada está ameaçado. Uma novidade chega ao mercado dos brinquedos: os bonecos Heróis da Fé. São representações de Jesus Cristo, Davi, Sansão, Moisés e outros personagens bíblicos que agora podem cair nas graças e nas mãos das crianças.

O empresário Mauro Gama, 33 anos, importou 10 mil bonecos e espera trazer mais para o Natal. Vende por enquanto pela Internet e negocia com distribuidor em São Paulo para disponibilizar nas lojas. “Jesus é o verdadeiro super-herói das nossas vidas. Os outros super-heróis, como o Batman, são tão egoístas que pegam os poderes só para eles”, criticou Mauro para crianças durante ação social, em Nova Iguaçu.

Mauro é dono de importadora em São João de Meriti, na Baixada. Os modelos são fabricados pela One2Believe na China e comercializados nos Estados Unidos, França e Espanha. Cada exemplar da série custa R$ 79,90. Os heróis têm até 33 centímetros, apresentam 16 articulações e até recitam versículos. Jesus cita a história da multiplicação dos peixes.

Além de outros heróis, como Noé, Paulo, Pedro, Ester e Maria, há também um vilão. Era preciso escolher o inimigo para levar a pior na luta contra o mocinho. Sobrou para o gigante Golias, da série ‘Guerreiros’. Há ainda as coleções ‘Contos Bíblicos’ (com miniaturas para se contar história) e ‘Meninas Virtuosas’ (substitutas de bonecas como a Barbie).

O empresário espera alguma resistência de grupos evangélicos que podem enxergar idolatria no manuseio dos bonecos. “Vemos igrejas que fazem imagem de arco, de pomba e de cruz. Isso não é apresentado como adoração. Adoração não está no que a gente está vendo, mas no que a gente sente no coração”, pondera.

Mauro é presbítero da Nova Assembleia de Deus, da Convenção de Madureira. Ontem, pequenos do núcleo de Nova Iguaçu se divertiram com os bonecos. Segundo ele, o lucro será revertido para a construção de creche e igreja voltada às crianças na ocupação Exponing, onde vivem 400 famílias no Bairro Botafogo, em Nova Iguaçu. “Temos de dar um basta nos monstros. Esses brinquedos, na verdade, só levam a violência para o lar”, prega.

Resta saber se Batman terá alguma carta na manga para manter o prestígio com as crianças. Só não vale usar o Curinga.

Produtos cristãos movimentam R$ 137 bilhões

Os bonecos de Jesus Cristo, Sansão e Davi entram num mercado que movimenta 75 bilhões de dólares por ano no mundo (R$ 137 bilhões). Os produtos fazem parte de um setor que cresce ano a ano: o da linha cristã, que inclui infinidade de artigos alusivos à fé. Em 2006, este ramo comercializou 4,6 bilhões de dólares só nos Estados Unidos.

Os bonecos bíblicos receberam as boas-vindas até dos católicos. O reitor da Pontifícia Universidade Católica, padre Jesus Hortal, ficou surpreso. “Acredito que vão incentivar as crianças a buscar o Evangelho”, afirma o clérigo.

O pastor Odalirio Luis da Costa ficou empolgado. “No Natal, os pais vão ter opção para os filhos que não sejam brinquedos violentos”, aposta o líder da Igreja Congregacional de Acari. O pastor Rogério Amorim, da Assembleia de Deus de Realengo, também aprovou: “A vantagem é que não tem armas nas mãos nem cara de mau. Vai agradar aos pais, inclusive os não evangélicos”.

Publicado em 9 de agosto de 2009

Fonte : O dia Online

Relacionados

news 4387497467165100656

Postar um comentário

emo-but-icon

item