Notícias - Entretenimento - Chat - Esporte - Videos

Operadoras de celulares avaliam participar do leilão 4G

>> sexta-feira, 27 de abril de 2012



A TIM é a única por enquanto a confirmar participação. "Vamos participar, sim, porque depois de todo o debate dos últimos meses acreditamos que as regras estão redondas, com preços-base, o que deixa espaço para investir depois da (aquisição) licença", disse o presidente da TIM, Luca Luciani, durante teleconferência com analistas e investidores, nesta sexta-feira.

Após a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgar, nesta sexta-feira (27/04), os valores mínimos para os lances no leilão de quarta geração (4G), as operadoras de telecomunicações Claro, Vivo, Oi e Nextel informaram, por meio de suas respectivas assessorias de imprensa, que ainda "analisam" o edital das frequências e a consequente participação no processo.

Luciani avaliou positivamente os preços propostos pela Anatel. "Minha impressão é de que o leilão será muito bom. Acredito que trará condições de competição no longo prazo", acrescentando que as condições propostas pela Anatel não devem excluir as grandes operadoras de telecomunicação do processo. O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, afirmou nesta sexta que a implantação da internet sem fio de quarta geração (4G) no País deve contribuir para reduzir o preço do serviço 3G.

No caso da Oi, a nota afirma que "somente após uma avaliação econômica aprofundada do edital" poderá se pronunciar sobre o assunto. A Nextel diz que analisará as oportunidades geradas pela oferta desses novos espectros de radiofrequência. "A Claro está avaliando o edital do leilão das frequências de 2,5GHz da rede 4G, publicado hoje pela Anatel", informou a empresa.

A Anatel anunciou nesta sexta-feira o valor mínimo de R$ 3,85 bilhões para a licitação das faixas de 450 MHz (destinada à ampliação da cobertura dos serviços na área rural) e de 2,5 GHz (destinada à implementação da quarta geração da telefonia móvel pessoal).

As garantias para participação do leilão somam R$ 830,6 milhões para todas as faixas que serão licitadas. A Anatel divulgou também o valor das garantias referentes aos compromissos assumidos pelos vencedores, que serão depositadas somente após assinatura do contrato. O valor total é de R$ 16,071 bilhões.

Com a licitação da faixa de 450 MHz, as áreas rurais serão contempladas com serviços de voz e dados (internet banda larga). Na faixa de 2,5 GHz, será introduzida no Brasil a telefonia móvel de quarta geração, que permitirá a elevação da qualidade e da velocidade na transmissão de dados.

A banda larga móvel de quarta geração (4G) chega a ser dez vezes mais rápida do que o serviço disponível atualmente. O leilão acontece em 12 de junho.

informações de época negócios

0 comentários:

Postar um comentário

/ Notícias

Brasil Esporte
Internacional Economia
Política tecnologia
Cidades Polêmicos

/ Entretenimento

Blogs Música
Curiosidades Esporte
Artigos Bíblia online
Cifras Estudos

/ Serviços

Facebook Envie sua Notícia
Twitter Anúncie
Orkut Eventos
Celular Serviços
© 2008-2014 iGoospel.com - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por MGN web