igoospel

Serra cita mensalão e aloprados na TV para abordar quebra de sigilo

O candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, utilizou seu programa eleitoral nesta quinta-feira (2) para falar da quebra de s...

O candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, utilizou seu programa eleitoral nesta quinta-feira (2) para falar da quebra de sigilo de sua filha, Veronica Serra, e atacar a campanha de Dilma Rousseff (PT) relembrando escândalos ocorridos durante o governo Lula como o mensalão e o caso da quebra de sigilo do caseiro Francenildo.

O programa do tucano também relacionou a petista ao ex-presidente Fernando Collor e ao ex-ministro José Dirceu e abordou o escândalo dos "aloprados", ocorrido nas eleições de 2006.

O programa começou com um apresentador falando que “mais uma vez, adversários tentam fazer armação para prejudicar Serra” e citando a quebra de sigilo da filha do tucano. “É como se alguém usasse sua senha de banco, vasculhasse sua conta, invadisse sua casa, revirasse suas gavetas só pra te prejudicar".
Depois, comparou a quebra de sigilo da filha de Serra com a campanha de 1989, quando o programa eleitoral de Fernando Collor mostrou o depoimento de Miriam Cordeiro, uma ex-namorada de Lula que teve uma filha com ele.

"Collor vence a eleição. Como presidente, renuncia para não ser cassado. Hoje, Collor está com Dilma", disse o narrador. Em seguida, foi exibido um vídeo em que o ex-presidente declara apoio à campanha da petista. "A mesma baixaria contra a filha do Lula é agora usada contra a filha do Serra", acrescentou o locutor.

O programa também relembrou o caso dos aloprados e o mensalão. "O escândalo derrubou José Dirceu, apontado pelo procurador-geral da República como membro de quadrilha. Hoje, assim como Collor, José Dirceu está com a Dilma", disse a narração.

Foram mostradas reportagens recentes de jornais sobre as investigações a respeito do vazamento de dados fiscais de Veronica Serra, seguidas de depoimentos de pessoas nas ruas criticando o episódio.

Serra apareceu ao final afirmando estar "indignado" com a quebra de sigilo de sua filha. "Isso não é política, isso é sujeira. Eu sempre quis ser presidente. Apesar de ter me preparado a vida inteira para isso, jamais aceitaria ser presidente a qualquer preço, fazendo baixarias, atingindo os filhos dos outros. A disputa política tem que ter limite", disse. Depois, acrescentou: "Lembra do Francenildo, aquele caseiro de Brasília que teve seus extratos bancários violados pelo governo? Se continuar assim, todos nós seremos francenildos", encerrou o tucano.

O programa terminou com um resumo da biografia de Serra, citado como "um homem de bem, um governante ficha limpa". "Este é José Serra: mais história, mais preparado, mais biografia do que a Dilma. Serra não é dúvida, é certeza de um Brasil cada vez mais forte", encerrou o programa./G1

Relacionados

Política 286459646584451473

Postar um comentário

emo-but-icon

Curta!

Videos

Davi Sacer - Venha o Teu Reino (Clipe Oficial)

item