igoospel

Campeão pelo Botafogo, Joel Santana recebe carinho de todas as torcidas

 Publicado em 19 de abril 2010 Quem comemorou foi a torcida do Botafogo, mas pelo que se viu no contato com o povo, todo o Rio de Janeiro s...

 Publicado em 19 de abril 2010
Quem comemorou foi a torcida do Botafogo, mas pelo que se viu no contato com o povo, todo o Rio de Janeiro sorriu pela conquista de Joel Santana. Único treinador a ser campeão carioca pelos quatros grandes clubes, ele foi abraçado e beijado por torcedores em seu primeiro corpo a corpo após a vitória por 2 a 1 sobre o Flamengo, que acabou com a tristeza de três vices consecutivos.

Mesmo apressado para fazer o check-in no Aeroporto Santos Dumont – onde embarcou para São Paulo para participar do programa “Bem, Amigos!” desta segunda-feira – Joel Santana parou para autógrafos e fotos com torcedores de todas crenças. Mas eram os botafoguenses os mais entusiasmados, como José Dílson, alagoano de 49 anos, morador de Uberlândia (MG) e que esteve no Rio de Janeiro apenas para acompanhar a decisão da Taça Rio. Ele fez questão de carregar a mala do treinador e ouviu respostas humildes após exaltar a importância do comandante.

- Eu não merecia tanto... - disse José Dílson.

- Merecia, sim. Foram três anos de sofrimento - respondeu Joel.

- É muita honra estar aqui ao lado do chefe - afirmou o torcedor.

- Não sou chefe, sou um representante da torcida - completou o técnico, que também recebeu um beijo do ex-presidente alvinegro Carlos Augusto Montenegro, também presente ao aeroporto.

Joel mostrou satisfação por ter recebido manifestações de carinho de amigos e torcedores de todo o Brasil. Depois de uma comemoração discreta na noite do último domingo, quando preferiu se reunir com integrantes de sua comissão técnica, ele finalmente pôde aproveitar o que um título estadual tem a oferecer.

- Acordei cansado até demais, mas é melhor estar cansado de uma vitória do que de uma derrota. Tem que comemorar, porque a gente sofre muito quando perde. Muitas vezes vale o nosso emprego. Por isso é legal ser reconhecido por todas as torcidas, principalmente pela do Botafogo, que estava desconfiada e vinha perdendo há três anos. Recebi ligações de amigos de todo o Brasil e de presidentes de outros clubes do Rio. Por onde passei deixei amigos, e eles sabem que o título foi merecido. Não foi algo somente meu, mas foi para a torcida, que é o maior patrimônio do clube.

Mesmo com a maior parte de seus títulos conquistada no Rio de Janeiro fez fama em todo o Brasil, mas não conseguiu sucesso em alguns grandes centros do futebol nacional, como São Paulo. No entanto, ele prefere não ver esse fato como algo que ainda precisa ser alcançado em sua carreira.

- Se hoje estou aqui, é porque sou conhecido em todo o Brasil. Sou vitorioso, mas há clubes em que a coisa deu certo, e outros em que não. Estive no Internacional por quatro meses, e um ano depois o time foi campeão mundial. Alguma coisa deve ter ficado lá. No Corinthians, o momento não era o ideal, mas não tenho mágoa. Voltaria a trabalhar nos dois clubes com certeza.

O coração também não tem espaço para remorsos quando fala sobre a seleção da África do Sul. Joel Santana evita dizer que a conquista do Estadual com o Botafogo seja uma resposta àqueles que dispensaram seus serviços a um ano da Copa do Mundo a ser realizada no país.

- A notícia do título deve ter chegado lá, mas não é uma resposta. Não quero provar nada a ninguém, são apenas situações que o destino traça.
Fonte: Globo esporte

Relacionados

news 8162096897098693890

Postar um comentário

emo-but-icon

Curta!

Videos

Davi Sacer - Venha o Teu Reino (Clipe Oficial)

item