igoospel

Evangélicos querem mudanças no Presídio Militar

 Publicado em 23 de novembro 2009 Segundo Alexinaldo Borges, trabalho de evangelização feito durante cinco anos no Presídio Militar está i...

 Publicado em 23 de novembro 2009

Segundo Alexinaldo Borges, trabalho de evangelização feito durante cinco anos no Presídio Militar está impedido de continuar pelo diretor da unidade.
Na tarde desta segunda-feira, 23, aconteceu na Associação Beneficente da PM uma reunião para tratar sobre o impedimento de cultos evangélicos no Presídio Militar (Presmil). Segundo o capelão Alexinaldo Santos Borges, responsável por muitos anos pela assistência evangélica no Presmil, há seis meses o atual diretor do presídio, tenente-coronel Sento Sé, teria proibido a realização da celebração evangélica que era feita naquela unidade há mais de cinco anos.
De acordo com Alexinaldo, o trabalho de evangelização com internos e familiares era realizado três vezes por semana, e permaneceu mesmo após diversas mudanças na direção. Segundo ele, quando assumiu a direção do presídio, o tenente-coronel Sento Sé disse que não mais aceitaria a celebração evangélica da forma como vinha sendo feita.
“Nós levávamos a família dos internos para o culto evangélico. Isso era uma forma de aproximar o interno de sua família, de acalmá-lo, de promover uma paz para todos. Inclusive a minha família trabalhava comigo. Em cinco anos nunca houve uma fuga ou facilitação de fuga; as celebrações sempre ocorreram na mais perfeita ordem. O tenente-coronel Sento Sé disse que eu poderia continuar celebrando o culto, mas só para os internos. Se quisesse trabalhar com as famílias, teria que fazer isso fora do Presmil”, declara o capelão.
Tentando retomar o trabalho de evangelização que promoveu durante anos no Presmil, Alexinaldo espera, agora, contar com o apoio do comandante-geral da PM, coronel Pedroso e dos demais setores da sociedade. O deputado Estadual Pastor Antônio dos Santos (PSC) já garantiu apoio à causa. “O trabalho que os evangélicos fazem no presídio é de extrema importância. Os presos ficam ali 24 horas pensando, e nem sempre é coisa boa. A Bíblia tem o poder de mudar isso”, acredita o deputado.
Além dele, o radialista e deputado Estadual Gilmar Carvalho (PSB) garantiu que levará o problema à Assembléia Legislativa, que deve convocar o tenente-coronel para uma reunião. O Portal Infonet tentou entrar em contato com o tenente-coronel Sento Sé para que ele comentasse sobre as declarações, mas não obteve êxito.

fonte: Infonet

Relacionados

news 5049199848030805495

Postar um comentário

emo-but-icon

Curta!

Videos

Davi Sacer - Venha o Teu Reino (Clipe Oficial)

item