igoospel

Santos bate o Linense por 4x2

Foi uma noite de nostalgia no Pacaembu. Quem diria, os Meninos da Vila do início dos anos 2000 ganharam algumas rugas e perderam um pouco...

Foi uma noite de nostalgia no Pacaembu. Quem diria, os Meninos da Vila do início dos anos 2000 ganharam algumas rugas e perderam um pouco de fôlego, mas ainda sabem como fazer o torcedor do Santos feliz. Teve show de Robinho, gol de Renato, boas chances de Ricardo Oliveira... Teve também uma certa emoção desnecessária na vitória por 4 a 2 sobre o Linense, neste domingo, pelo Campeonato Paulista. O clima do jogo estava tão festivo que descambou para a desatenção e o desleixo. Após abrir 3 a 0, o Peixe se acomodou, sofreu dois gol, e houve até gritos de "burro" para o técnico Enderson Moreira.

Talvez contagiado pelo clima "flashback", o treinador alvinegro quis participar da festa e colocou Elano na vaga do estreante Valencia, no início do segundo tempo, quando uma goleada se anunciava. O Santos perdeu poder de marcação e em quatro minutos sofreu dois gols. Diego, em cobrança de pênalti (duvidoso), e William Pottker marcaram naquela que era a melhor defesa do Estadual até então, com dois gols sofridos em seis partidas.

Ali, o bom público do Pacaembu silenciou. Alguns xingaram Enderson quando ele corrigiu o erro na substituição e pôs Lucas Otávio no lugar de Geuvânio, outros puxaram vaias... Mas o time acordou. E com ele a torcida. Era noite para festejar, não sofrer. No fim, Robinho marcou o segundo dele e fez o Pacaembu explodir. Aos 31 anos de idade, o camisa 7 ainda tem a alegria de um garoto e, pela segunda semana seguida no Pacaembu, fez dois gols. Renato e o goleiro Anderson contra (após chute de Ricardo Oliveira) também marcaram para o Peixe, que manteve a invencibilidade no Paulistão e a liderança folgada do Grupo D, com 11 pontos de vantagem sobre o segundo colocado.

Como em 2002 e 2003, os santistas também viram um meia inspirado e participativo, mas não era Diego. Lucas Lima fez o que dele se espera. Logo aos três minutos, ele bateu falta rápida, e Robinho, mesmo sem muito ângulo, mandou na gaveta. Depois, ele ainda cobrou escanteio que resultou no primeiro gol de Renato em sua segunda passagem pelo Santos.

O primeiro tempo foi fácil para o Peixe, mas o Linense colaborou. Espaçado atrás e sem muita criatividade na frente, o time do interior foi assustar Vanderlei apenas no segundo tempo e apenas nos cinco minutos de descuido do Alvinegro. Mesmo errando passes e lances bobos, a equipe mandante foi soberana.

Mesclando velhinhos e Meninos da Vila, o Santos pode ir longe nesse Paulista, mas ainda precisa jogar mais. Os grandes desafios virão, e descuidos como o desse domingo não serão aceitos.

Para ajudar nesse e em outros ajustes, o Peixe novamente terá uma semana livre para treinos e volta a campo apenas no próximo domingo, contra o Botafogo, em Ribeirão Preto. Já o Linense tentará se reabilitar da segunda derrota seguida no sábado, contra o Capivariano.

informações de lancepress

Relacionados

esporte 1870733762346262739

Postar um comentário

emo-but-icon

Curta!

Videos

Davi Sacer - Venha o Teu Reino (Clipe Oficial)

item