igoospel

Jovem é preso por ‘levar’ equipamentos de 2 igrejas

A detenção do jovem Eder Horst, de 19 anos, levou policiais da Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos (Derrf) de Várzea Grande a identific...

A detenção do jovem Eder Horst, de 19 anos, levou policiais da Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos (Derrf) de Várzea Grande a identificar dois furtos em igrejas evangélicas ocorridos recentemente na Grande Cuiabá. Ele foi detido anteontem à tarde na casa dele, no bairro Pedra 90, com equipamentos de som levados de uma igreja localizada no Jardim Potiguar, em Várzea Grande. O restante foi vendido para um adolescente de 15 anos. Com o garoto, os policiais apreenderam objetos furtados de uma igreja do próprio bairro Pedra 90.

Segundo a chefe de operações, policial civil Nice Alegria, o furto na igreja em Várzea Grande ocorreu há cerca de um mês, após Eder e sua mãe se mudarem de uma casa no fundo da igreja, da qual cuidavam, para o Pedra 90.

“Na semana passada, o pastor foi fazer uma limpeza e descobriu que alguém havia ‘limpado’ os equipamentos de som. Como o rapaz (Eder) seria o principal suspeito, fomos até a casa dele e localizamos os produtos furtados”, explicou a chefe de operações.
Como faltavam alguns alto-falantes, Eder levou os policiais até um adolescente que havia comprado o restante. Ele pagou uma parte e o restante, trocou por um aparelho de TV de 14 polegadas e um videogame. “Para nossa surpresa, havia mais equipamento de som com o adolescente, também irregular. Descobrimos que ele havia furtado outra igreja”, explicou.

As investigações apontam que Eder arrombou primeiro a igreja do Pedra 90. Depois, se mudou para Várzea Grande, onde fez a “limpeza” na segunda igreja.

Conforme o pastor da igreja de Várzea Grande, Eder e a mãe chegaram pedindo ajuda, pois não tinham onde morar. O pastor, então deixou que residissem numa casa pequena, nos fundos da igreja. Cerca de um mês depois, mãe e filho resolveram se mudar para o Pedra 90.

Ontem de manhã, o pastor da igreja arrombada no Pedra 90 esteve na delegacia e reconheceu alguns equipamentos de som. Ele ficou de buscar as notas fiscais para poder ter os produtos de volta. Os policiais não descartam a hipótese de Eder ter furtado equipamentos de mais igrejas evangélicas.

Eder foi indiciado e liberado, pois o crime tinha saído do período de flagrância. “Foi indiciado por furto qualificado, pois ficou caracterizado como abuso de confiança. Ele (Eder) tinha a chave da igreja”, explicou o delegado Gianmarco Pacolla, responsável pelas investigações. (AR)

Relacionados

polícia 9152805477458389388

Postar um comentário

emo-but-icon

Curta!

Videos

Davi Sacer - Venha o Teu Reino (Clipe Oficial)

item