igoospel

Interpol pede ajuda pela internet para encontrar 26 criminosos

A interpol lançou esta segunda-feira um apelo invulgar. Um pedido de ajuda ao público para encontrar o paradeiro de 26 criminosos. iGoospel....

A interpol lançou esta segunda-feira um apelo invulgar.
Um pedido de ajuda ao público para encontrar o paradeiro de 26 criminosos.

Numa operação lançada em Maio, a Interpol tinha como objectivo encontrar 450 criminosos considerados perigosos. Houve já 39 detenções, inluindo a de uma ex- modelo colombiana, acusada de tráfico de droga. Contudo a Interpol não conseguiu descobrir o rasto de 26 suspeitos de homícidio, tráfico humano ou abuso sexual de menores.

Por isso esta segunda-feira lançou o apelo ao público para que denuncie qualquer sinal de um dos suspeitos, tornando públicas as suas fotos e informação biográfica no site.

É aprimeira vez que a Interpol recorre à ajuda do público para encontrar tantos suspeitos. A luta global contra o crime , que conta com corpos policiais oriundos de mais de 188 países costuma trabalhar nos bastidores mas desta vez tomou esta decisão devido ao sucesso que teve no passado em encontrar suspeitos de pedofilia.
A Interpol acredita que as redes sociais podem ser uma poderosa arma contra os 26 fugitivos. Muitos deles perseguidos pelas autoridades há anos
"e quando começaram a ser procurados inicialmente havia pouca informação na internet" afirmou um dos coordenadores do apelo, Martin Cox.

Cox fez ainda referência ao caso do norte americano de 25 anos, Christopher Ward Deininger, que durante a adolescência cometeu vários crimes de abuso sexual de crianças. Deu-se depois como culpado e foi condenado a 12 anos de pena suspensa, segundo um comunicado do Departamento da Justiça norte americano. Quatro anos depois escapou da instituição onde deveria estar.

"Acreditamos que el pode continuar a repetir estes crimes" disse Cox à Associated Press Television News. "Ele fugiu dos Estados Unidos e está agora na Europa onde beneficie dos conhecimentos em línguas; pode estar a viver em França, Espanha ou Itália, por serem línguas que fala fluentemente", continuou.

Entre os restantes procurados encontra-se também um sul africano acusado de violar uma criança, um brasileiro suspeito de tráfico de droga e de ter morto um polícia e um suspeito de homícidio da Lituania.

O apelo inlcui fotos das tatuagens dos suspeitos, discrimina as línguas que sabem falar e adianta pormenores sobre os seus cabelos.

A operação que começou em Maio chama-se Infra-red centra-se em 450 indíviduo e envolve polícias de 29 países que operam fora da sede da Interpol, adiantou a própria Interpol.

A Organização Internacional de Polícia Criminal pede às pessoas que vejam a informação do site e se houver pistas que informem as autoridades.

É a primeira vez que a Interpol pede ajuda ao público para encontrar um número tão elevado de suspeitos./ SIC

Relacionados

polícia 5002412549697970598

Postar um comentário

emo-but-icon

Curta!

Videos

Davi Sacer - Venha o Teu Reino (Clipe Oficial)

item