igoospel

Sonho dos sul-africanos

A alegria do povo sul-africano e as temidas vuvuzelas (uma espécie de corneta) prometem roubar a cena em toda a Copa do Mundo na África do S...

A alegria do povo sul-africano e as temidas vuvuzelas (uma espécie de corneta) prometem roubar a cena em toda a Copa do Mundo na África do Sul, mas terão muito mais apelo — e importância — nos jogos do Grupo A. Apesar de atuar em casa e contar com a força das arquibancadas, os Bafana Bafana, como os sul-africanos são conhecidos, dificilmente chegarão às oitavas de final, meta do técnico da equipe, o brasileiro Carlos Alberto Parreira, campeão mundial com o Brasil em 1994.

A missão dos sul-africanos começou a se tornar impossível no sorteio das chaves, quando caiu com duas seleções campeãs mundiais: a França, vencedora em 1998 e finalista em 2006, e o Uruguai, bicampeão em 1930 e 1950. Para completar, ainda há o México, que disputa sua quinta Copa consecutiva e sempre costuma dar trabalho.
Enquanto os sul-africanos vão lutar para manter o sonho de chegar à 2ª fase vivos, os franceses contam com o talento de Franck Ribery para brigar pelo segundo título na Copa.


FIQUE DE OLHO. México x Uruguai (dia 22/6): Os dois países poderão chegar ao confronto direto da última rodada lutando por uma vaga na segunda fase. O último encontro das duas seleções se deu quando o México derrotou o Uruguai para terminar em terceiro na Copa América de 2007.

RETROSPECTIVA. França x África do Sul, rivais no Grupo A, já se enfrentaram em Copas. No dia 12 de junho de 1998, a Seleção Francesa estreou no Mundial como anfitriã contra a África do Sul, em Marselha. Com ambas as seleções tendo muito o que provar, o dia foi dos franceses, que conquistaram uma vitória por 3 a 0 no caminho rumo ao título mundial.

O NÚMERO

5 Seleções diferentes o brasileiro Carlos Alberto Parreira comandou em Copas do Mundo de Futebol

RAIO X

Análise do Grupo A da Copa do Mundo

FAVORITA

A classificação para a Copa foi sofrida — e polêmica —, mas a França desponta como a maior força do Grupo A pela qualidade do elenco e tradição. Ribery, Henry, Cisse e Anelka são as estrelas do grupo que busca o bicampeonato mundial.

VÃO BRIGAR PELA VAGA

Mexicanos e uruguaios vão brigar, no dia 22 de junho, pela segunda vaga da chave. O Uruguai chega ao Mundial apostando na força da defesa e no talento do atacante Forlan. No México, as apostas são nos rápidos meias Giovani dos Santos e Carlos Vera.

ZEBRA

A anfitriã do Mundial não deu sorte no sorteio das chaves. A África do Sul de Parreira ainda é um time ingênuo em campo e tem poucos talentos individuais para desequilibrar na Copa./Gazeta de piracicaba

Relacionados

news 1615452186181949984

Postar um comentário

emo-but-icon

Curta!

Videos

Davi Sacer - Venha o Teu Reino (Clipe Oficial)

item