igoospel

Pai é preso acusado de mandar matar filho que ganhou na Mega

Acusado de encomendar o assassinato do filho para colocar fim à disputa por um prêmio da Mega-Sena, de R$ 28,8 milhões, o superintendente da...

Acusado de encomendar o assassinato do filho para colocar fim à disputa por um prêmio da Mega-Sena, de R$ 28,8 milhões, o superintendente da Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt), Francisco Serafim de Barros, de 60 anos, foi preso em Cuiabá e estava sendo transferido ontem para Campo Grande. Investigação conduzida pela Garras também resultou na prisão de Fabiano Barros Leão, filho do empresário e acusado de envolvimento no caso. A vítima da empreitada seria Fábio Leão, que disputa com o pai o prêmio da loteria.

O crime começou a ser investigado há 70 dias, a partir da prisão de dois pistoleiros, pela PRF, em Jaraguari. Eles vinham para Campo Grande, executar o crime, já que o alvo estava na cidade, em visita à namorada. Escondido, Fábio disse ontem, por telefone, que há cerca de três anos não fala com o pai, que lhe repassou cerca de 50% do prêmio./Correio do estado

Relacionados

violência 5853278178371740148

Postar um comentário

emo-but-icon

Curta!

Videos

Davi Sacer - Venha o Teu Reino (Clipe Oficial)

item