igoospel

Atacantes também criticam bola da Copa

Para Júlio César ela é horrível. Neste domingo, Luis Fabiano e Júlio Baptista se juntaram ao goleiro nas críticas à bola escolhida pela Fifa...

Para Júlio César ela é horrível. Neste domingo, Luis Fabiano e Júlio Baptista se juntaram ao goleiro nas críticas à bola escolhida pela Fifa para a Copa do Mundo. O atacante titular da seleção brasileira classificou-a como muito estranha. Já o meia-atacante da Roma disse que achou muito ruim e que não entende o porquê de não se usar a mesma bola da Liga dos Campeões, também fabricada pela Adidas.

Ao ser perguntado sobre o assunto, em entrevista coletiva, neste domingo, Júlio Baptista riu e olhou para Luis Fabiano, que estava ao seu lado. Depois, disparou: “Olha, não tem como enganar, não. A gente treinou com ela e é muito ruim. Os laterais vão cruzar e sai aquela rosca. É uma bola que vai complicar muito o nosso trabalho”.
Já Luis Fabiano afirmou que, ao ser chutada, a bola faz uma trajetória estranha. “Ela sai de você. Eu não sei, mas parece que tem alguém guiando. Você vai cabecear e parece que ela se mexe”.

Titular absoluto na equipe de Dunga, o atacante do Sevilla disse que espera se adaptar o mais rápido possível à bola. Ao ser questionado se alguém tinha gostado da novidade, respondeu rindo: “Eu ainda não vi ninguém elogiando”.

Tanto Júlio Baptista quanto Luis Fabiano são patrocinados pela Nike, concorrente da Adidas, que fabrica a Jabulani. O produto foi lançado para ser utilizado na Copa do Mundo. Já Júlio César, primeiro brasileiro criticar a bola tem contrato com a Heusch, marca de luvas, e não possui acordo publicitário com nenhuma empresa para divulgar que chuteira usa.

Na última sexta-feira, o goleiro classificou a Jabulani como “horrível e horrorosa”. “Parece bola que se compra em supermercado. É muito ruim", afirmou.
No dia em que Júlio César criticou o produto, a Adidas preferiu não responder diretamente ao camisa 1 da seleção. Através da sua assessoria de imprensa, a empresa defendeu o produto e estranhou que ele não tenha reclamado da bola da final da Liga dos Campeões, também da marca alemã. O torneio foi vencido pela Internazionale, que tem o goleiro brasileiro como um dos seus principais destaques.

Os quatro jogadores da seleção brasileira que são patrocinados pela Adidas ainda não falaram sobre a bola. Kaká, Grafite e Lúcio não foram escalados, desde o início, para as entrevistas coletivas. Michel Bastos falou com a imprensa em Curitiba, mas quando os jogadores ainda não haviam tido contato com a Jabulani.

Ao ser perguntado sobre qual a opinião de Kaká em relação à bola, Luis Fabiano se esquivou. “Pergunta para o Júlio Baptista que conhece ele há mais tempo”. O meio não respondeu.

Espanhol também reclama

No último sábado, o goleiro da seleção da Espanha fez coro aos brasileiros. Segundo Casillas, a bola que será utilizada no Mundial é “vergonhosa”. "É triste que uma competição tão importante como a Copa do Mundo tenha um elemento importante com essa condição vergonhosa", afirmou.



iG/iGoospel

Relacionados

news 694448669239836566

Postar um comentário

emo-but-icon

Curta!

Videos

Davi Sacer - Venha o Teu Reino (Clipe Oficial)

item