igoospel

Briga de bar teve tiros, seqüestro relâmpago e prisão em Atibaia

 Publicado em 29 de março 2010 Uma grande confusão que teve início em um boteco no Jardim Imperial assustou uma comunidade inteira que freq...

 Publicado em 29 de março 2010
Uma grande confusão que teve início em um boteco no Jardim Imperial assustou uma comunidade inteira que freqüenta a igreja evangélica Metodista Livre de Atibaia, no Jardim Imperial. Na noite de domingo (28), quando muitos fiéis saíam do culto religioso, um homem seqüestrou um casal que acabara de deixar a igreja. Houve pânico no local e muita correria. Em uma rápida e eficiente ação, a Polícia Militar de Atibaia interceptou o veículo da vítima e Gilmar de Farias Silva, de 29 anos, que foi preso em flagrante. Com ele havia duas armas. Gilmar pretendia caçar um homem identificado como Gildásio, que, momentos antes, tentou matar seu irmão. Para a caçada, seqüestrou o casal e obrigou o rapaz a conduzir seu próprio carro em direção ao boteco da Rua Miosótis. O casal foi liberado sem ferimentos.

Briga

De acordo com os registros da polícia, por volta das 21 horas de domingo (28), dois freqüentadores de um bar localizado na Rua Miosotis, no Jardim Imperial, se desentenderam. Adriano Jorge de Farias Silva, de 27 anos, se atracou com outro, identificado apenas por Gildásio. O tal Gildásio teria então sacado uma arma, mas o dono do bar apagou a luz. Adriano teria então arrancado o revólver das mãos de seu algoz e entregue ao seu irmão Gilmar, que também estava no local.

Enquanto a pancadaria prosseguia, Gildásio teria sacado outra arma, desta vez, uma pequena pistola automática. Com a arma, acertou duas vezes Adriano. A vítima recebeu um tiro na cabeça e outro no braço e desmaiou.

Tamanha a confusão formada, que Gildásio foi espancado dentro do bar e perdeu a pistola, que também foi parar nas mãos de Gilmar. Enquanto isso, Adriano foi socorrido ao PS da Santa Casa. O tiro na cabeça foi de raspão e no braço não atingiu qualquer parte que pudesse comprometê-lo. A vítima foi logo liberada. Gildásio, apesar de ferido pelo espancamento, fugiu.

Prisão

Inconformado com a briga e possivelmente alterado pela bebida alcoólica, Gilmar decidiu ir atrás de Gildásio. Não se sabe a razão, mas ele já estava na Avenida Imperial - distante cerca de um quilômetro onde a briga aconteceu - quando resolveu voltar até as imediações do bar. Para isso, rendeu um casal que deixava a igreja evangélica Metodista Livre de Atibaia. Muitas pessoas estavam na porta, uma vez que o culto havia se encerrado naquele momento. Sob ameaça de uma arma, o rapaz foi obrigado a dirigir de volta até a Rua Mauá. Gilmar seguiu no banco do passageiro enquanto que a namorada da vítima estava atrás.

A PM foi acionada tão logo o casal foi rendido. O veículo da vítima foi localizado na Rua Mauá, distante poucos metros da Miosótis, onde tudo teve início. Os policiais conseguiram cercar o carro da vítima e liberar o casal.

Levado para o plantão policial, Gilmar foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e conduzido à cadeia de Piracaia onde vai aguardar decisão da Justiça. As duas armas, um revólver e uma pistola, foram apreendidos.

Gildásio, que vai responder pela tentativa de homicídio contra Adriano, irmão de Gilmar, ainda não foi localizado. (AC)
Fonte: AtibaiaNews

Relacionados

violência 7707743540653486150

Postar um comentário

emo-but-icon

Curta!

Videos

Davi Sacer - Venha o Teu Reino (Clipe Oficial)

item