igoospel

Mentir faz parte de 25% do tempo das pessoas

 Publicado em 31 de janeiro 2010 Talvez o mentiroso mais famoso do mundo tenha nascido da imaginação do escritor italiano Carlo Collodi, em...

 Publicado em 31 de janeiro 2010
Talvez o mentiroso mais famoso do mundo tenha nascido da imaginação do escritor italiano Carlo Collodi, em 1883. Feito de madeira, mas com o sonho de ser um menino de verdade, Pinóquio via seu nariz crescer cada vez que falava uma mentira.

Para felicidade de muitos meninos de verdade – para não dizer todos! – não é preciso fazer um acordo com nenhuma fada madrinha para evitar mudanças no tamanho do nariz cada vez que uma mentirinha é contada. E são bastante constantes e variadas, pulando de carros para mulheres, de dinheiro para futebol.

O escritor Luis Fernando Veríssimo se prendeu à pergunta para escrever o livro "As mentiras que os homens contam", que foi adaptado ao teatro com o título “Por que os homens mentem?” e interpretado pelo grupo de comédia Nósmesmos. A peça, que estreou temporada em São Paulo e segue até março no Teatro Augusta (Rua Augusta, 943, Cerqueira César), traz dez situações recorrentes do cotidiano em que a mentira se torna fundamental para a sobrevivência dos relacionamentos. Para Juliano Mazurchi, ator e produtor do espetáculo, a mentira aceitável é aquela que permite que você não acabe com o prazer de outra pessoa. "Ser sincero ao extremo pode machucar. Quem diz tudo o que pensa, sem passar por um filtro entre o cérebro e a boca, pode se tornar uma pessoa totalmente inconveniente", opina o ator.

“A cada quatro vezes que as pessoas entram em contato com as outras, em pelo menos uma contam mentiras. Isso significa que a mentira está presente em 25% do tempo”, constata a psicóloga Mônica Portela, em seu livro “Como Identificar a Mentira”. Apesar de não existir um tipo específico de personalidade que tenha maior tendência à mentira, a maioria dos homens assume esse comportamento para criar ou melhorar suas qualidades e, assim, diminuir os defeitos perante os outros. "Muitos homens realmente têm dificuldade de aceitar que não são perfeitos e escondem alguma característica que revelaria sua fragilidade. Temem ser repreendidos por isso", analisa a psicóloga.

E as tais “mentiras sinceras” que Cazuza eternizou na música “Maior Abandonado”? É possível afirmar que existem as famosas mentirinhas saudáveis? É claro que ninguém gosta de ser enganado, mas há de se concordar que, da mesma forma, ninguém gosta de ser magoado. “Acho que mentir, todo mundo mente. É hipocrisia falar o contrário. Mesmo sem pensar, acabamos contando umas mentiras durante o dia, muitas vezes sem maldade, só para evitar discussões”, opina o jornalista Paulo Basile, 22 anos. O fotógrafo Antonio Carrano, 23 anos, é mais incisivo: “Se eu contasse a verdade a todo momento, certamente não teria mais namorada, emprego ou amigos”.

E, se alguns entendem que deixar de falar a verdade seja falta de ética ou de caráter e que demonstra que o homem simplesmente não se importa com a firmeza das suas relações interpessoais – seja no trabalho, na vida afetiva ou no campo da amizade -, outros indicam que a atitude revela exatamente o contrário, que se importam até demais e mentem para não perder a admiração das pessoas. É também a opinião do psicólogo Armando Ribeiro das Neves Neto, supervisor clínico da USP (Universidade de São Paulo), que aponta que os homens mentem porque, em geral, as mentiras podem trazer algum alívio momentâneo para a ocasião e têm o papel de atenuar ou prevenir relações conturbadas, desgastadas e situações de estresse.

Quando o assunto entra no campo afetivo, a situação fica ainda mais delicada. Os homens criam versões para determinados fatos a fim de defender sua privacidade, sob a alegação de manter em paz a relação amorosa. “De todo modo, a vida secreta masculina carrega um pouco de tudo. E há segredos que são acompanhados de um toque de rancor, porque os homens se ressentem do ciúme feminino e reclamam quando as mulheres querem mudá-los. Nesses casos, acreditam que omitir informações significa evitar problemas”, revela o psicólogo Waldemar Magaldi Filho. Há mulheres que compartilham das ideias do profissional. É o caso da publicitária Cinthia Tamae, 24 anos, que prefere deixar de saber de certos detalhes que só trazem chateações: “Mentir ou não mentir? Vai cada um. Uma mentira que não prejudica ninguém é até saudável, desde que haja moderação”.
Fonte: expressomt / iGoospel.com

Relacionados

news 3437617506111984901

Postar um comentário

emo-but-icon

Curta!

Videos

Davi Sacer - Venha o Teu Reino (Clipe Oficial)

item