igoospel

Polícia prende homem acusado de ter assassinado pastor em Natal, RN

Publicado em 11 de novembro 2009 Policiais civis prenderam na segunda-feira 9 de novembro o último dos três acusados, dois maiores e um men...

Publicado em 11 de novembro 2009
Policiais civis prenderam na segunda-feira 9 de novembro o último dos três acusados, dois maiores e um menor, de envolvimento no assassinato do pastor Edmilson Melo de Lima, de 49 anos, morto no último dia 1°, durante uma vigília de oração em um monte, no bairro Felipe Camarão, na zona oeste de Natal (RN). Nelson Francisco Silva dos Santos, de 18 anos, foi detido na casa de parentes, no conjunto Vale Dourado, zona norte de Natal, e levado à Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (Defur). Outra notícia desse mesmo dia se refere ao movimento por justiça e paz em frente à igreja do Pr. Edmilson que mobilizou mais de 600 pessoas de mais de 40 igrejas. A Ordem dos Pastores Evangélicos de Natal e Unidade de pastores também apoiaram o evento realizado pela Associação de Líderes Evangélicos de Felipe Camarão (ALEF). Vários líderes comunitários e o comando da Policia participaram do evento. O presidente da ALEF, Leandro Silva, diz que a obra de mobilização da comunidade segue, “no entendimento de que sem justiça não há paz”.
Ainda sobre a prisão do acusado, de acordo com informações publicadas na terça-feira 10 de novembro pelo jornal local Diário de Natal, a delegada Sheila Freitas, à frente do caso, disse que Nelson efetuou o disparo que matou o pastor, atingindo-o na nuca. Nelson teria confessado o crime e a participação no assalto, mas disse, na delegacia, que efetuou três disparos em direção ao chão, sem intenção de atingir o pastor evangélico. Ele afirmou, ainda, segundo a reportagem, que não é usuário de drogas. O jovem tinha contra si um mandado de apreensão em aberto por roubo, diz o Diário de Natal. Na época, Nelson era adolescente. Após o crime contra o pastor, o juiz Raimundo Carlyle expediu ordem de prisão temporária contra o acusado, que foi autuado por latrocínio. A pena para o tipo mais grave de homicídio pode chegar a 30 anos.
O crime aconteceu na madrugada de domingo dia 1 de novembro. O pastor juntou-se a um grupo de 23 fiéis e resolveu fazer uma vigília em um morro do bairro. Nelson e mais dois, um jovem preso e um adolescente apreendido, abordaram os evangélicos e os assaltaram, chegando a agredi-los física e moralmente. Segundo testemunhas que estavam no local, o pastor teria reagido para proteger sua filha das ameaças de um dos bandidos.

Fonte: Soma

Relacionados

violência 3516236887539183637

Postar um comentário

emo-but-icon

Curta!

Videos

Davi Sacer - Venha o Teu Reino (Clipe Oficial)

item